Ambientes pensados especialmente para eles!

Ousados, tímidos, reservados ou não, empresários, autônomos, ou funcionários, cada homem possui uma peculiaridade, um jeito de ser que o define. No Dia 15 de julho é comemorado o Dia dos Homens, no Brasil. Por isso, nessa edição de julho, vamos apresentar alguns projetos de arquitetura masculinos, tanto residenciais como comerciais, em homenagem a eles.

Confira os projetos de três arquitetos de Bento Gonçalves, que foram selecionados para você se inspirar! 

Projeto da arquiteta Valquíria Sfredo

O projeto foi pensado num ambiente prático e contemporâneo, feito para um jovem estudante. A principal premissa do projeto era atingir uma grande amplitude de espaço e integração entre os ambientes do apartamento. 

Isso foi feito, principalmente, através do uso do piso monolítico em micro cimento. A escolha deste tipo de material, ocorreu devido à sua alta resistência, e por apresentar uma rotina de limpeza simples, além de permitir ficar exposto ao tempo. 

O piso foi utilizado em todo o apartamento, com exceção do banheiro, que recebeu porcelanato no piso e nas paredes. O mesmo material do piso também foi elencado para compor a parede da sala, junto à estante de metal. 

Outro elemento importante, foi uma parede de cobogós (elementos vazados) de concreto. A parede foi anexada entre a cozinha e a sala que, além da estética, ganhou mais iluminação e permeabilidade. 

Para contrastar com os tons de cinza, o branco, o preto e a madeira também se fizeram presente.

Dentre os materiais usados estão o concreto, o metal, a madeira em estado natural e pintada, o porcelanato e o mármore colorido que deu destaque ao banheiro.

A iluminação também teve papel importante na busca pelo aconchego e valorização dos detalhes. 

Projeto da arquiteta Cláudia Pinto 

Em uma sala de aproximadamente 30m² precisava ser estruturado duas salas de atendimento, recepção além da copa de apoio. Essa era a necessidade do advogado que já estava atuando na área a mais de 20 anos. Ou seja, precisávamos de um projeto funcional, com muitos espaços para seus clientes antigos e atuais, em poucos metros quadrados.

A ideia era de que tudo fosse a cara do cliente: casual como ele, mas formal como pede a profissão. Por isso, conhecer a personalidade de quem irá passar a maior parte do tempo dentro do ambiente é fundamental.

Perfil do cliente: está na casa dos 40 anos, é casado, tem dois filhos, e ama Rock n’ Roll, em especial os Rolling Stones. Viaja o mundo todo, tem estilo contemporâneo e é desapegado de qualquer tipo de detalhe que não agrega conhecimento.

Projeto: as cores escolhidas foram baseadas em seu estilo. Os moveis planejados foram executados no preto liso e no madeirado claro neutro. Por ser um espaço pequeno, as paredes foram mantidas na cor branca, tendo como destaque a recepção em que foi utilizado o revestimento da Portinari Diamante Negro. 

Com relação às cores, a quebra para gerar contrastes, trazer modernidade e sofisticação ficou por conta do vermelho, do amarelo e do violeta. 

Elementos distintos e adequadamente utilizados, deixam o espaço harmônico, leve e resgatam os gostos do cliente. Exemplo disso é o quadro de Londres com o ônibus vermelho, cidade onde assistiu a um dos tantos shows dos Rolling Stones. O quadro combina com o frigobar e a cafeteira da mesma cor, em sua copa, e que exibe a caneta da banda.

Em sua sala, uma mesa ampla em formato de “L” comporta o que precisa para o seu trabalho diário. Nesse espaço, a identidade visual da marca do escritório é mantida, e a serenidade também. O ambiente foi pensado para ter o máximo de exposição do espaço externo (iluminação e ventilação). 

O acesso para a segunda sala de atendimento ocorre por meio de uma porta de correr de vidro adesivada. Neste ambiente, comporta os arquivos e demais materiais. As cores também são as mesmas. Porém, são feitas brincadeiras com elementos decorativos, como o jogo de xadrez e o baralho de cartas, que suavizam a neutralidade.

O hall, além da parede em destaque por seu revestimento, acomoda a bancada da recepcionista, contornada por mármore e com a identidade visual do escritório de advocacia. Isso permite que, mesmo com a porta de vidro da sala fechada, quem passa por ela, entende perfeitamente o que é e como é o ambiente. Como forma de manter descontração na espera, as cores amarelo, violeta e preto, casam entre si e aconchegam a entrada.

Projetos do arquiteto Roberson Da Fré

Apartamento: 

Cada vez mais, a ala masculina tem se preocupado em viver em espaços bem planejados e criativos. Até porque, ambientes bacanas proporcionam bem-estar e aconchego, algo que todo mundo procura, não apenas as mulheres. 

A parte mais interessante de decorar com o estilo masculino e sóbrio, é que o resultado na maioria dos casos, fica bastante sofisticado.

Tons neutros, alguns elementos de cor, e acabamentos metalizados – normalmente prateados – formam uma paleta que dá certo em diversos ambientes. Entre os materiais preferidos estão o ferro, o concreto, a madeira e o couro, além de tecidos mais discretos. 

Neste projeto o arquiteto optou pela dupla assertiva e atemporal de preto e branco, permeados por nuances de cinza e bege e pontuando com toques de cor. O aconchego se deu pelo padrão amadeirado, pela iluminação pontual e pelo uso de verdes, que além de trazer vida ao espaço, complementa a decor. Ambientes masculinos não precisam ser austeros, e este projeto mostra como podemos utilizar elementos e acabamentos escuros sem comprometer a sensação de aconchego.  

Escritório:

O estilo industrial é conhecido por sua singularidade e, por isso, foi a linguagem adotada para compor o escritório sede do arquiteto. Este espaço inspirador que respira criatividade, foi pensado para ser extremamente prático e funcional. Isso ficou claro com o ótimo e consciente planejamento dos 24 m² de sala, que mostra como a arquitetura de interiores é indispensável para ambientes comerciais e de serviços, independente da linguagem escolhida.

Para garantir privacidade sem perder a integração dos espaços, o arquiteto optou por um grande painel em vidro adesivado com o skyline noturno de Nova York, berço do estilo empregado no projeto. A iluminação na base da estrutura torna a peça além de uma divisória, uma grande luminária.

 

 

 

 

 

 

Escrito por

Vivamus vel sem at sapien interdum pretium. Sed porttitor, odio in blandit ornare, arcu risus pulvinar ante, a gravida augue justo sagittis ante. Sed mattis consectetur metus quis rutrum. Phasellus ultrices nisi a orci dignissim nec rutrum turpis semper.