Doações da comunidade ao Consepro de Bento Gonçalves crescem mais de 200% em 2017

Bento Gonçalves está realmente engajada no desafio de construir uma sociedade mais segura e com melhor qualidade de vida para essa e também para as próximas gerações – quem comprova essa constatação são os números de doações repassadas ao Consepro (Conselho Municipal de Segurança Pública). Em um complexo exercício de solidariedade, as contribuições de pessoas físicas e pessoas jurídicas realizadas no ano passado registraram um impressionante crescimento de quase 206% em relação a 2016. Os números fazem parte do relatório financeiro de 2017, divulgado pelo órgão nesta semana.

Cada Real adicionando ao montante ajuda a fortalecer os organismos de repreensão ao crime em Bento Gonçalves. Mais do que esperança, empresas e moradores depositaram nos cofres do Consepro R$ 470.021,88 – em 2016, as contribuições foram de R$ 153.605,03. Essa foi a maior fonte de recursos da entidade, respondendo por 44,2% do montante da receita total de R$ 1.062.648,87. “O que temos a dizer à comunidade é muito obrigado. É ela que tem viabilizado boa parte das melhorias que estão sendo implantadas e que ajudam a manter serviços com mais qualidade”, diz o presidente do Consepro, Laércio Pompermayer. Em contrapartida à evolução dos recursos doados por empresas e moradores, o auxílio advindo da prefeitura caiu quase 28%, passando de R$ 417.747,01 em 2016 para R$ 301.000,86 no ano passado.

Do total da receita, o Consepro aplicou R$ 890.470,07 nas forças de segurança da cidade. A Brigada Militar ficou com a maior parte dos recursos, com R$ 566.484,28 – ou seja, 63% do total. Com a verba, entre outras aquisições, o Consepro doou três veículos de grande porte – Kia Sorento –, concluiu o Centro Integrado de Operações – monitoramento por câmeras da cidade – e entregou uniformes e equipamentos de segurança.

A Polícia Civil recebeu R$ 103.224,37, fatiando de forma quase equânime os recursos entre os 1º e 2º Distritos Policiais, a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento e a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher. No Consepro, foram investidos R$ 146.501,42 e na Justiça Restaurativa, R$ 3.853,00.

Com números positivos e assertividade em suas campanhas, o Consepro segue apostando na conscientização como instrumento eficaz na soma de novos doadores para a segurança pública. Na última quarta-feira, a entidade ofereceu um café da manhã aos colaboradores da agência Centro do Banrisul para explicitar a causa e solicitar apoio na busca por arrecadações do Posto de Identificação. Como a taxa é quitada no banco, a ideia é que a colaboração espontânea seja oferecida aos clientes no momento do pagamento da identidade. No ano passado, quase R$ 78 mil aportaram ao Consepro via Posto de Identificação.

Fotos: Exata Comunicação

 

Presidente do CIC-BG, Elton Paulo Gialdi

Presidente do Consepro em 2018, Laercio Pompermayer

Marcos Fracalossi apresentou o balanço contábil do exercício de 2017

Secretário Municipal de Segurança, Paulo Marinho

Escrito por

Vivamus vel sem at sapien interdum pretium. Sed porttitor, odio in blandit ornare, arcu risus pulvinar ante, a gravida augue justo sagittis ante. Sed mattis consectetur metus quis rutrum. Phasellus ultrices nisi a orci dignissim nec rutrum turpis semper.