Mulheres se unem para “bordar” o feminismo em Bento

O bordado é uma arte antiga, passada pelas gerações muitas vezes por nossas avós e mães, em que a agulha e a linha são instrumentos para decorativos diversos. Em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, um grupo de meninas vai se reunir para rejuvenescer essa técnica: elas vão bordar o feminismo. Nos dias 30 de julho e 06 de agosto, elas participam do “Bordado Empoderado”: ministrado pela jornalista Bruna Antunes, as participantes (que, entre muitas, não têm conhecimento da técnica) vão aprender a delicadeza de bordar explorando a luta pela igualdade entre os gêneros e a afirmação da autoestima.

“O bordado feminista, que começou uma renovação no público de interessadas pelo artesanato, apareceu com força no Brasil nos últimos dois anos quando grupos de mulheres em São Paulo e no Rio de Janeiro começaram a divulgar trabalhos nas redes sociais”, comenta Bruna, que ministra cursos em Porto Alegre desde 2015, mas borda desde criança. Nos encontros, a técnica é ensinada no primeiro momento, para que depois os assuntos fluam conforme o interesse das participantes que, muitas vezes, não estão familiarizadas com o feminismo. “O ‘empoderado’ no nome do projeto aproxima essas mulheres que entendem o ativismo, mas também abraça quem precisa elevar sua autoestima”, completa a jornalista, que já recebeu mais de 150 participantes.

Viver a vida com mais calma – além da técnica e do momento de “Bordado Empoderado”, os cursos também são uma opção para quem procura viver a vida com mais calma e longe das telas por algumas horas. A prática do bordado se relaciona com o conceito demindfulness (atenção plena), focando a atenção intencionalmente na experiência, sem julgamentos. “O projeto é para falar sobre feminismo, mas é aberto a todos. No fim, usando da habilidade, do tempo e do que aprenderam, quem participa se orgulha de cada ponto e entende o valor desse tipo de trabalho”, conclui Bruna.

Bordado em Bento Gonçalves – esta é a primeira vez que o “Bordado Empoderado” acontece em uma cidade fora de Porto Alegre. Os cursos acontecem nos sábados (30 de julho será ponto cruz e 06 de agosto será bordado livre, ambos para iniciantes), das 10h às 14h, no Ricordare – Lo Spazio della Felicità (Av. Planalto, 1029 – B. São Bento). O valor da inscrição para cada dia do curso é de R$45,00, com material incluso. Durante os encontros, a edição #1 do zine “Bordado Empoderado”, com gráficos em ponto cruz e materiais como bastidores, tecidos e linhas estarão disponíveis para venda.

Informações sobre o “Bordado Empoderado” e inscrições para os cursos (vagas limitadas) na página do Ricordare no Facebook (fb.com/spazioricordare), pelo email bordado@brunaantunes.com ou pelos links: Ponto Cruz http://migre.me/unTch – Bordado Livrehttp://migre.me/unTcL.

Fotos: Bruna Antunes

Escrito por

Vivamus vel sem at sapien interdum pretium. Sed porttitor, odio in blandit ornare, arcu risus pulvinar ante, a gravida augue justo sagittis ante. Sed mattis consectetur metus quis rutrum. Phasellus ultrices nisi a orci dignissim nec rutrum turpis semper.